Entendendo a Pele

Em todos os seres vivos existe uma membrana que serve de revestimento, separando o meio interno do meio externo. Tal membrana é denominada de tegumento que, nos vertebrados, é também denominada de pele ou cútis e é formada por duas camadas: a epiderme (mais externa) e a derme (mais interna).

Epiderme - a epiderme (grego: EPI = acima; DERMA = pele) apresenta-se pluriestratificada (várias camadas) e as células superficiais vão acumulando uma proteína impermeável e insolúvel, a queratina. Tais células morrem e vão constituindo a camada córnea, ou de queratina (formada de células mortas mais queratina). As células superficiais mortas vão descamando e sendo substituídas por células mais profundas. Na base da epiderme existem células, os melanócitos, que são responsáveis pela produção e acúmulo de melanina, o pigmento que dá a cor da pele e nos protege contra a ação lesiva dos raios ultra-violetas, Na epiderme chegam terminações nervosas minúsculas para a dor, porém aqui não existem nervos nem vasos sangüíneos. Os nutrientes e oxigênio chegam à epiderme por difusão a partir de vasos sangüíneos da derme.

Derme - a derme, camada abaixo da epiderme, é mais espessa e formada por tecido conjuntivo. A epiderme penetra na derme e origina os folículos pilosos, glândulas sebáceas e glândulas sudoríparas. Na derme encontramos ainda: músculo eretor de pelo, fibras elásticas(elasticidade), fibras colágenas (resistência), vasos sangúíneos e nervos.

Abaixo da pele de aves e mamíferos existe a hipoderme (grego: HIPO = abaixo; DERMA = pele), camada de tecido adiposo (células que armazenam gordura na região subcutânea, que atua como reserva energética, protetora contra choques mecânicos e isolante térmico).


Fonte: Universitario

TIPOS DE PELE

Conhecer o seu tipo de pele é fundamental para conseguir tomar a decisão acertada ao escolher os cuidados específicos de acordo com as necessidades da sua pele. Os seus genes são certamente os maiores responsáveis pelo tipo de pele que você tem. Sendo a pele um órgão do seu corpo, tal como os outros órgãos, as suas características são determinadas geneticamente, isto é, você já nasce com elas definidas. No entanto, a beleza e saúde da sua pele durante a vida vai depender também de outro tipo de fatores. O que você come, a sua dieta, o seu nível de stress, os medicamentos que toma, a forma como você cuida do seu corpo em geral e o descanso, são alguns dos fatores que determinam a quantidade de óleo que a sua pele produz e também que aspecto vai ter. 
Há várias dicas para ter uma pele bonitaque você pode seguir, mas talvez a mais importante seja identificar o seu tipo.A maior parte dos especialistas distinguem 5 tipos de pele: A pele normal, a pele oleosa, a pele mista, a pele sensível e a pele seca. Cada tipo de pele tem as suas características particulares que requerem cuidados diferentes.

Pele Normal: A pele normal tem uma textura fina e uma superfície suave, macia e é bem flexível. De todos os tipos de pele este é sem dúvida o mais equilibrado e o que menos problemas e imperfeições como espinhas e manchas desenvolve. Não é nem demasiado seca nem demasiado gordurosa. Os poros são bem pequenos e mal se notam. Este é um tipo de pele vibrante que reflete saúde.

Pele Oleosa: Este é um tipo de pele que (como o seu nome sugere) produz uma maior quantidade de óleo, isto é, as glândulas sebáceas devido a vários fatores (principalmente o fator genético) têm maior actividade do que nas pessoas com pele seca, normal ou mista, o que leva a uma maior quantidade de secreção de sebo.A pele oleosa apresenta poros dilatados, bem maiores do que os outros tipos de pele e também mais escuros, devido ao excesso de sebo que produzem e ao lixo que se vai acumulando, o que se revela num dos maiores problemas deste tipo de pele. É um tipo de pele marcado pelo aspecto gorduroso e brilhante que se vê em muitas pessoas. Tem também maior tendência para o desenvolvimento de espinhas.Pele Seca: De todos os tipos de pele, a pele seca será o que requer mais cuidados, devido á sua tendência para envelhecer mais rapidamente e desenvolver problemas mais sérios. É um tipo de pele com maior tendência para descamar, ter menos elasticidade bem como desenvolver rugas e linhas de expressão do que os outros tipos de pele.

Pele Mista: Este é provavelmente um dos tipos de pele mais comuns e, como o próprio nome sugere, é uma combinação de pele seca com pele oleosa. Algumas regiões são oleosas (principalmente na zona T – queixo, nariz e testa) onde os poros são naturalmente mais dilatados e também outras áreas em que esta pode ser normal ou seca (área em redor dos olhos, boca e bochechas). Se você sente a sua pele esquisita como se estivesse a ser esticada em algumas áreas e com excesso de óleo noutras, então você provavelmente tem pele mista.

Pele Sensível: A pele sensível é um dos tipos de pele mais frágeis e se torna irritada e inflamada muito facilmente. É normal haver zonas que desenvolvam vermelhidão, coceira, manchas, ardor e uma maior tendência para descamar. Apresenta uma textura fina, delicada e bastante sensível ao uso de cosméticos bem como às alterações do clima. A pele sensível é talvez um dos tipos de pele mais problemáticos e como tal exige cuidados especiais.Como saber qual o tipo de pele que você temSe você não conseguiu descobrir o seu tipo de pele depois de ler as características listadas acima aqui fica uma dica que o pode ajudar. Tudo o que você precisa é de um lenço seco e limpo para limpar o rosto. Ao acordar de manhã limpe a cara com o seu lenço e olhe para ele. Aqueles que têm pele normal vão notar que o lenço não ficou com óleo e sentem a pele do rosto flexível, vibrante, fresca e elástica. Os que têm pele oleosa vão ver que seu lenço ficou com manchas transparentes causadas pelo excesso de óleo na pele. Normalmente o óleo é encontrado em maior quantidade na área do nariz, bochechas e testa. No entanto se houver óleo apenas no centro a sua pele pode ser um tipo de pele mista, isto é, se você verificar que o óleo vem apenas do nariz e testa (consideradas as áreas do rosto com mais óleo) e não das bochechas. Se depois de limpar a pele você não encontrou óleo no seu lenço e sente a sua pele como se estivesse esticada ou presa, com pouca elasticidade, áspera e uma sensação de secura o mais certo é que você tenha pele seca. Pessoas com a pele sensível vão notar que sua pele fica com manchas muito facilmente e não reage muito bem aos produtos de cuidados com a pele, ficando inflamada ou com coceira.
Fonte: Cuidados com a Pele


Sua pele é o que você come


Beleza não põe mesa, mas está à mesa. A alimentação balanceada, além de fazer bem à saúde, ajuda a tornar as pessoas mais bonitas e atraentes. A cada dia são descobertos novos benefícios em alimentos que transformam a pele, os cabelos e as unhas em fortes aliados da beleza.

"A pele é resultado da sua alimentação. Os nutrientes que estão presentes no corpo, vão nutrindo sua pele. Portanto, se a alimentação não é saudável, a pele não terá acesso a esses nutrientes que poderiam deixá-la muito mais bonita", diz Fernanda Giannecchini, nutricionista da Clínica Onodera Estética.

Para se ter uma pele bonita e hidratada nada melhor do que aproveitar os alimentos considerados mais leves. "A alimentação mais saudável para a pele é aquela balanceada, rica em fibras, vegetais crus, frutas, legumes, leite e derivados magros. Além de possuírem importantes vitaminas e minerais que neutralizam radicais livres, esse alimentos contém fibras que melhoram o funcionamento do intestino", afirma Fernanda.

Os alimentos também contribuem na hora do bronzeado. Para a dermatologista Ligia Kogos, as mulheres que querem uma coloração dourada devem ingerir alimentos como cenoura, mamão papaia, abóbora e brócolis. "Esses alimentos têm betacaroteno, que ajudam a prolongar o bronzeado", declara.

Acnes

Ter uma pele lisinha, livre de cravos e acnes, é o que muitas mulheres desejam. Mas isso depende também de um bom ritual alimentar. "A oleosidade da pele e o surgimento da acne são problemas de inúmeras causas. As alterações hormonais são as principais responsáveis, principalmente na adolescência. Apesar disso, a boa alimentação, associada a um estilo de vida saudável, pode amenizar o problema", afirma Ligia Kogos.

Segundo a nutricionista Fernanda Giannecchini, a alimentação mais recomendada para evitar a acne são os vegetais crus, frutas, legumes, leite e derivados magros.

"Beber muito líquido é uma outra boa medida para manter a pele hidratada. Isso porque a hidratação se dá de dentro para fora", explica.

Ligia Kogos afirma que os alimentos ricos em gorduras são os principais causadores de acnes. "Evitar o consumo de alimentos ricos em gordura saturada, como carne bovina e suína, carboidratos e chocolates são dicas fundamentais para se ter uma pele saudável, pois esse tipo de gordura favorece a obstrução das glândulas sebáceas, piorando as lesões da acne", diz Ligia.

Envelhecimento

A alimentação exerce um papel importantíssimo na estética facial e corporal. Fernanda Giannecchini afirma que determinados nutrientes atuam na promoção e manutenção de uma pele saudável, no controle dos efeitos deletérios dos radicais livres e assim amenizam e retardam o envelhecimento.

Confira abaixo alguns hábitos e atitudes diárias que poderão ajudar na sua prevenção:
  • Manter uma alimentação saudável, equilibrada a base de frutas, legumes, verduras e carnes brancas, evitando alimentos gordurosos e industrializados;
  • Evite ou reduza o consumo de açúcar (sacarose) e de açúcar simples, devido seu efeito nefasto sobre o sistema digestivo e pela sua ação acidificante no sangue tende a criar problemas cutâneos, principalmente quando combinado com alimentos muito gordurosos, que impede a pele de respirar adequadamente;
  • Ingerir cerca de 2 litros de água por dia ajuda a hidratar a pele de dentro para fora, além de purificar o organismo;
  • Praticar atividade física ao ar livre, pois ajuda a levar sangue e nutrientes à pele e tonificando os músculos;
  • Dormir em média 8 horas de sono todas as noites;
  • Evite fumar. Fumar destrói a vitamina C, que mantém as fibras de colágeno presas à pele e a pele presa ao tecido adiposo subjacente, além de aumentar os radicais livres no organismo;
  • Evitar bebidas alcoólicas;
  • Limpar, tonificar e hidratar a pele no mínimo 2 vezes ao dia adequados ao seu tipo de pele;
  • Utilizar filtro solar, mesmo em dias nublados ou chuvosos;
  • Aprenda a descontrair-se e a levar a vida com menos seriedade. Sorria mais - quando estamos mais tensos toda pele fica mais enrugada e com aspecto mais velho.
Por:
Luana Godoy 
Agência MBPress
Fonte: Cyberdiet
CUIDADOS COM A PELE
Pele Sensível: A pele sensível exige cuidados redobrados, pois é bastante fina frágil e delicada. Tem pouquíssima oleosidade e, por isso adquire aparência áspera. Outra característica comum neste tipo de pele é a irritabilidade. Ou seja, a mesma é muito sensível às mudanças climáticas e ao uso de cosméticos. Geralmente desenvolvem vermelhidão, ardor ou até mesmo manchas.

Cuidados importantes:

Durante a limpeza, utilizar apenas sabonetes específicos para peles sensíveis e na hora de secar a pele, use a toalha mais de forma bastante delicada.

Importante: Não é recomendado usar esfoliante, porém, se você optar em usá-lo é importante não esfregar com força.

Tônico facial somente se o mesmo não conter álcool e a hidratação deverá ser feita somente com produtos especiais.

Cuidados logo pela manhã:
Limpe bem a pele com um fluido de limpeza
Passe o hidratante para o rosto.
Aplique filtro solar de fórmula leve.

Cuidados à noite:
Limpe bem a pele com um fluido de limpeza
Passe hidratante à base d´água.

Utilize sempre produtos específicos para pele sensível.

Dicas para peles sensíveis:
Durante a maquiagem prefira o pó fácil e mineral
Evite cosméticos resistente a água.
Não utilize cosméticos vencidos.
Cuidado com o protetor solar.

Pele seca: A pele seca é bastante comum nos climas tropicais. Esse tipo de pele é seca, opaca, fina e sensível. Apresenta – também – uma aparência áspera, sem brilho e de pouca elasticidade.
Dentre as causas da pele seca estão a pouca atividade das glândulas sebáceas e condições ambientais. Pessoas com esse tipo de pele tem grande tendência a desenvolver rugas.

Cuidados importantes:

Na hora da limpeza, evite ao máximo usar sabonetes comuns. Dê preferência aos sabonetes hidratantes com óleos, específicos para pele seca.

Tenha preferência por tônicos para pele seca e hipótese alguma utilize loções à base de álcool ou adstringente. Na hora de hidratar, use e abuse de hidratante na forma de cremes.

Importante: Não se esqueça do protetor solar. O mesmo previne o aparecimento das famosas rugas.

Pele Oleosa: A pele oleosa produz maior quantidade de secreção sebácea, apresentando uma característica mais espessa, brilhante e úmida.
O motivo para que ela seja oleosa é a própria herança genética. Porém, existem outros fatores que podem contribuir para o excesso de oleosidade tais como: excesso de sol, stress, alimentação inadequada etc.

Poros Dilatados: Um dos maiores problemas das peles oleosas são os poros dilatados. Eles tiram a uniformidade da própria pele dando um aspecto brilhante ao rosto. Além disso, a oleosidade também contribui para formação de acne, cravos e espinhas.

Cuidados importantes:

Limpeza: A pele oleosa precisa ser limpa pelo menos 2 vezes ao dia. Lave com água fria ou morna, utilizando sempre sabonetes específicos para pele oleosa.

Esfoliação: Esse procedimento tem a função de retirar as células mortas, sujeira acumulada e resíduo de sebo na pele. Uma ótima recomendação para as pessoas que tem pele oleosa.

Tonificação: A tonificação é uma etapa muito importante no processo de limpeza das peles oleosas, pois as loções tendem a equilibrar o pH da pele.

Hidratação: Na hora de hidratar, escolha sempre produtos não-oleosos e que não causem a obstrução dos poros.

Proteção Solar: Utilize hidratantes especiais e especifico para esse tipo de pele. Dê preferência aos loções que possuem filtros anti-UVA/UVB em sua composição.

Pele Normal: A pele normal tem textura suave, delicada e saudável. Apresenta um tônus adequado quanto à elasticidade.
Os poros desse tipo de pele são pequenos, finos e pouco visíveis. Ou seja, aparecem sempre no mesmo tom da pele, deixando assim a pele bonita, com brilho bastante natural. É um tipo de pele que todos nós gostaríamos de ter, contudo é importante manter certos cuidados para que a mesma não tende a se tornar seca.

Pele Mista: A pele mista possui oleosidade excessiva na chamada zona T ( testa, nariz e queixo). Nesta região, os poros apresentam uma maior dilatação, diferentemente do restante do rosto, onde a pele apresenta característica de desidratação.
Esse tipo de pele apresenta também um desequilíbrio na hidratação e produção de glândulas sebáceas.

Importante: Em certas regiões, principalmente regiões secas, é necessário um cuidado maior com relação à hidratação.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...