Cuide direitinho da beleza amiga! #umdiadebeautè

Sete prazeres de beleza que detonam o seu visual

Por Manuela Pagan - Minha Vida


Passar a tarde se embelezando em casa: poucas mulheres resistem a esse prazer que só a estética proporciona. Um banho de espuma acompanhado de um cuidado especial com a pele e os cabelos - e outros cuidados especiais - dão aquela sensação única de que você está bem tratada.

Um spa caseiro pode ser muito agradável, mas também requer muita atenção. "Os cuidados com a beleza feitos em casa são importantes, mas, sem a devida atenção aos pequenos detalhes, o resultado pode ser um desastre", explica a dermatologista Fabiana Wanick, da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Você não precisa abandonar esses velhos hábitos - basta fazê-los com a devida orientação. Abaixo, os especialistas mostram quais são as alternativas saudáveis de autocuidado. Confira!

Um banho cheio de espuma: A água quentinha e relaxante e a sensação de pele fresquinha. Um banho cheio de espuma é uma delícia, mas a pele pode sofrer com o exagero. Horas de molho na água quente podem prejudicar a hidratação. A dermatologista Fabiana Wanick, da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), explica que o excesso de sabonete e a água quente retiram a camada natural de gordura da pele, deixando-a ressecada. A especialista dá a sugestão para quem não quer abrir mão do banho de banheira: "Opte pela temperatura morna da água, use óleos próprios para a banheira, que criam uma barreira na pele e diminuem a desidratação, e não exagere na quantidade de sabonete". Quando sair do banho, aplique o hidratante no corpo para repor a água na pele.

Mousse para os cabelos: Cachos perfeitos ou fios lisos cheios de volume. O mousse pode te ajudar a conseguir os mais variados efeitos nos cabelos. Mas o que pouca gente sabe é que, além de ser difícil de retirar durante a lavagem, o produto retira a oleosidade natural do cabelo, contribuindo para o ressecamento. Mas se você não vive sem a espuma a dica da dermatologista Fabiana é fazer hidratações frequentes e lavar o cabelo pelo menos uma vez por semana com um xampu antiresíduos, que vai ajudar a retirar o restante de mousse que ficam nas madeixas. 

Rímel à prova d'água: Ele deixa os cílios lindos, curvos e imunes a qualquer sinal de umidade. Mas na hora de tirar o rímel à prova d'água ele vira uma verdadeira tragédia: a máscara gruda nos cílios, que podem até acabar quebrando. Antes de atirar esse item da maquiagem pela janela, veja o que a dermatologista Fabiana Wanick diz sobre o produto: "O rímel à prova d'água não é agressivo aos cílios, mas a remoção precisa ser cuidadosa - seja delicada e use um algodão embebido em demaquilantes mais oleosos, como os bifásicos, para retirá-lo". 

Tônicos faciais à base de álcool: Na hora a sensação é de puro frescor, mas depois parece que a pele fica ainda mais oleosa. Você compartilha dessa sensação depois de usar um tônico facial? Pois saiba que a associação faz sentido. Fabiana Wanick explica que esse item limpa a pele com muita eficácia, removendo toda a oleosidade aparente. O problema é que a redução brusca de sebo na pele sinaliza às glândulas sebáceas que é preciso aumentar a produção de gordura, aumentando a oleosidade - o chamado efeito rebote. Para evitar essa consequência a dica da especialista é investir em composições com substâncias adstringentes, que controlam a ação das glândulas sebáceas, como o enxofre e o ácido salicílico. 
Protetor solar em spray: Muito prático e rapidamente você já está protegido, certo? Nem sempre é assim. Fabiana Wanick explica que os protetores solares em spray não são tão eficientes quanto às loções mais cremosas, que precisam ser aplicadas com as mãos. Além disso, é difícil enxergar onde está passando o protetor solar em spray ou se a quantidade é a mais adequada, o que pode dificultar a aplicação do produto e acabar deixando manchas na pele. Opte pelos filtros tradicionais ou por aqueles em spray destinados ao público infantil - esses produtos são mais cremosos e, por isso, mais recomendados. Ou então, aplique o protetor nas áreas visíveis. 

Fios perfeitos com a chapinha:  O dermatologista Cláudio Mutti, de São Paulo, conta que as pranchas para modelar acabam transferindo um calor muito grande aos fios. "As altas temperaturas acabam com a proteção natural do cabelo - composta por proteína e queratina - e as madeixas acabam quebradiças e ressecadas", conta. Para amenizar os danos aplique um leave-in termoativado nos fios ainda molhados, com silicone ou queratina. O uso desses produtos evita o frizz porque sela as cutículas do cabelo e diminui as agressões causadas pelo calor. Em seguida, seque os fios com o secador e com a ajuda de uma escova - passar a chapinha nos fios molhados destrói a fibra que dá estrutura aos fios, o resultado é um cabelo ressecado e com um aspecto queimado. 

Lixa para os pés: Ela deixa seus pés lisinhos e macios na hora, mas depois de alguns dias acaba piorando a situação - principalmente dos calcanhares, que ficam muito mais grossos. "Isso acontece porque a pele encara a lixa como uma agressão e acaba produzindo mais camadas de queratina para se proteger", explica Fabiana Wanick. Esse processo se torna cada vez mais rápido a cada vez que você lixa os pés. "A mulher que usava a lixa uma vez por mês passa a usar a cada 15 dias ou uma vez por semana, até o momento em que o processo tenha que ser diário - a pele aprende a se refazer cada vez mais rápido", explica a especialista. Ela recomenda o tratamento químico, com produtos próprios para amaciar a pele da região, e não retirá-la.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...